quarta-feira, 10 de junho de 2009

Crônicas Livres

Puta - Rogério Skylab

Você vai ao samba. Uma cabrocha: só no sapatinho.
Gostosa!!!!!
No final das contas vocês vão pro Motel. Transam a noite inteirinha.
Trinta dias depois, ela volta grávida, e quer ter o filho.
Conclusão: você pagar pensão pro resto da sua vida.
Ela te ama? Não!!!!! O quê que ela é então?
Puta, é puta!!!!!
Mas você insiste, não entrega os pontos.
Vai ao Shopping, quer comprar uma calça Lee. Uma vendedora vem ao seu encontro e te trata pelo nome, como se vocês fossem íntimos.
Gostosa!!!!
E sensual, provocante...Você não enxerga mais nada. Compra calça, cueca, meia, sapato.
Conclusão: ela é uma vendedora? Não!!!!!! O quê que ela é então?
Puta, é puta!!!!!
Cidade do Rio de Janeiro, zona sul, garota de Ipanema.
Você quer morar lá. Tem money? Não.
Então, não pode não.
Conclusão: essa cidade te ama? Não!!!!!! O quê que ela é então?
Puta, é puta!!!!!
"Calma, quê isso?Você tá tão revoltado", disse a psicanalista diante do meu delírio.
É que todas as coisas que eu via – criança, fábrica, escola... – todas elas pareciam putas.
Trinta minutos depois, eu paguei a consulta e voltei sozinho pra casa.
Com aquela sensação:
Puta, é puta!!!!!!!!!

3 comentários:

Marta disse...

huahuahuahua animal!
Essa é a realidade nua e crua...
Quem será que escolheu esse texto? rs

Osmarito disse...

Rogério Skylab, esse cara é muito louco o CD dele é o melhor!!!!

Anônimo disse...

Oi Carol sempre que possivel eu estarei prestigiando o trabalho de vc´s um grande beijo do seu eterno fan.

San

Leitores Online

  ©Template by Dicas Blogger.